02 MAR 2024 | ATUALIZADO 23:52

ELEIÇÕES 2022

  Segundo turno das eleições no RN terá reforço de 10 mil agentes de segurança. O RN possui 1.496 locais de votação. São 60 zonas eleitorais distribuídas nos 167 municípios potiguares. Segundo a Sesed, a segurança pública para as eleições 2022 contará com cerca 8 mil policiais militares, 160 bombeiros militares, 1.520 guardas municipais e 56 policiais penais. Além destes, haverá participação da Polícia Civil. No interior, a corporação contará com 10 delegacias regionais em operação, entre elas, uma em Mossoró.
Segundo turno das eleições no RN terá reforço de 10 mil agentes de segurança

25/10/2022 15:35

O RN possui 1.496 locais de votação. São 60 zonas eleitorais distribuídas nos 167 municípios potiguares. Segundo a Sesed, a segurança pública para as eleições 2022 contará com cerca 8 mil policiais militares, 160 bombeiros militares, 1.520 guardas municipais e 56 policiais penais. Além destes, haverá participação da Polícia Civil. No interior, a corporação contará com 10 delegacias regionais em operação, entre elas, uma em Mossoró.

Eleitores têm até sábado para baixar ou atualizar o e-Título

25/10/2022 14:55

Implementado em 2018, e-Título pode ser baixado no celular para ser apresentado no momento da votação, caso esteja atualizado e com foto. Ele também pode ser utilizado para consultar o local de votação, bem como justificar ausência às urnas, emitir certidão de quitação eleitoral e nada consta criminal, entre outros serviços. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até a véspera do primeiro turno, que ocorreu no dia 2 de outubro, cerca de 30 milhões de eleitores ativaram o aplicativo no Brasil e no exterior. Deste total, 13 milhões de ativações foram efetivadas em 2022.

  Roberton Jefferson, que estava preso em prisão domiciliar, proferiu graves ofensas ao STF e a Ministra Carmem Lúcia neste final de semana passada, levando o ministro Alexandre de Morais a revogar a prisão domiciliar e envia-lo de volta a prisão, em regime fechado. Antes, porém, Roberto Jefferson está sendo autuado em flagrante por dupla tentativa de homicídio em qualificado contra um delegado e uma agente da PF.  O Ministério Alexandre de Moraes parabenizou a PF e observou que é inadmissível agressão contra policiais.
Jefferson se entrega a PF e Bolsonaro diz que "o tratamento dispensado para quem atira em policial é o de bandido"

23/10/2022 19:31

Roberton Jefferson, que estava preso em prisão domiciliar, proferiu graves ofensas ao STF e a Ministra Carmem Lúcia neste final de semana passada, levando o ministro Alexandre de Morais a revogar a prisão domiciliar e envia-lo de volta a prisão, em regime fechado. Antes, porém, Roberto Jefferson está sendo autuado em flagrante por dupla tentativa de homicídio em qualificado contra um delegado e uma agente da PF. O Ministério Alexandre de Moraes parabenizou a PF e observou que é inadmissível agressão contra policiais.

  Os agentes da PF foram à casa de Jefferson após ele divulgar vídeo com graves ofensas ao STF e também a ministra Carmem Lúcia. A ordem para tira-lo de prisão domiciliar e leva-lo ao regime fechado foi dada pelo ministro Alexandre de Morais.   Os chefes dos principais poderes do País repudiaram os atos de Jefferson. Lula disse que o comportamento criminoso de Jefferson reflete os atos e falas de seu adversário na corrida pela Presidência da República. O presidente da Câmara, Artur Lira, também repudiou.   O presidente Bolsonaro, em nota lida por ele, repudiou o ato do aliado Roberto Jefferson contra a ministra Carmem Lucia e contra a PF e disse que determinou que o ministro da Justiça e o chefe da Polícia Federal fossem para o Rio de Janeiro, acompanhar o caso.
Jefferson fere delegado e agente da PF com granadas e diz que não vai se entregar

23/10/2022 17:05

Os agentes da PF foram à casa de Jefferson após ele divulgar vídeo com graves ofensas ao STF e também a ministra Carmem Lúcia. A ordem para tira-lo de prisão domiciliar e leva-lo ao regime fechado foi dada pelo ministro Alexandre de Morais. Os chefes dos principais poderes do País repudiaram os atos de Jefferson. Lula disse que o comportamento criminoso de Jefferson reflete os atos e falas de seu adversário na corrida pela Presidência da República. O presidente da Câmara, Artur Lira, também repudiou. O presidente Bolsonaro, em nota lida por ele, repudiou o ato do aliado Roberto Jefferson contra a ministra Carmem Lucia e contra a PF e disse que determinou que o ministro da Justiça e o chefe da Polícia Federal fossem para o Rio de Janeiro, acompanhar o caso.

  No final de semana passado, o ex-deputado e preso de Justiça Roberto Jefferson, fez declarações de baixíssimo nível contra a STF e a ministra Carmem Lúcia. Antes, o presidente Bolsonaro contou uma história sem pé e sem cabeça, sem e ser perguntado, afirmando direto e indiretamente que meninas de 14 anos da Venezuela estavam se prostituindo nos arredores de Brasília, mesmo sabendo que não era verdade; As declarações inconsequentes de Jefferson e o aliado presidente Bolsonaro, distraíram a mídia durante a semana toda, atrapalhando principalmente o debate de que realmente é importante para a população brasileira entre os candidatos a presidente.
[OPINIÃO] As distrações inconsequentes de Bolsonaro e do aliado Roberto Jefferson

23/10/2022 15:42

No final de semana passado, o ex-deputado e preso de Justiça Roberto Jefferson, fez declarações de baixíssimo nível contra a STF e a ministra Carmem Lúcia. Antes, o presidente Bolsonaro contou uma história sem pé e sem cabeça, sem e ser perguntado, afirmando direto e indiretamente que meninas de 14 anos da Venezuela estavam se prostituindo nos arredores de Brasília, mesmo sabendo que não era verdade; As declarações inconsequentes de Jefferson e o aliado presidente Bolsonaro, distraíram a mídia durante a semana toda, atrapalhando principalmente o debate de que realmente é importante para a população brasileira entre os candidatos a presidente.


Notas

Tekton

Publicidades