06 DEZ 2021 | ATUALIZADO 17:36

Retratos do Oeste

  A governadora Fátima Bezerra encontrou um rombo de 1,2 bi na Funfir, deixados por Rosalba e Robinson, e está sendo obrigada pela EC 103, do Governo Bolsonaro, a fazer a reforma da Previdência Estadual, ou não perde a certidão para receber recursos federais para o RN
Rosalba e Robinson deixaram rombo de 1,2 bi na Funfir e Fátima é obrigada a fazer a reforma

05/02/2020 07:24

Confira as datadas dos saques realizados pelo Governo Rosalba e pelo Governo Robinson e se a atual governadora não fizer a reforma na Previdência, fica sem certidão para o Estado receber recursos federais

  Fotografia publicada no dia 27 de outubro de 2013, quando Rosalba Ciarlini era governadora do Rio Grande do Norte
Confira como Rosalba afundou o RN e agora quer fazer o mesmo com Mossoró

27/10/2019 23:14

Veja como foi feito o contrato de construção do Arena das Dunas em 2013 e agora o empréstimo de 150 milhões empenhando o FPM

Em diálogo sem fingimento, Bolsonaro bota Dino no topo para 2022

21/07/2019 11:58

“Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Tem que ter nada com este cara”, orienta Bolsonaro ao ministro da Casa Civil Onys Lorenzoni.

  Bolsonaro conseguiu descer em popularidade mais do que qualquer outro presidente nos primeiros seis meses de governo
O casal que votou em Bolsonaro e condenou o futuro da filha

16/07/2019 22:29

Antipetistas ferrenhos, eles repetiam que "o PT destruiu a vida deles", mesmo eles tendo ascendido socialmente nos governos petistas. Até aí, tudo bem. Faz parte do jogo democrático; Hoje choram de arrependimento

  Rosalba não se apequenou quando não conversou com os estagiários; Estava apenas sendo rasteira, como foi quando demitiu quase mil na sua segunda gestão
Discordo do colega Bruno Barreto: Rosalba não se apequenou!

05/01/2019 11:32

Para se apequenar, Rosalba precisava ter sido um dia grande e isto ela nunca foi. Suas gestões do passado foram bem avaliadas pela mídia bem paga. Boas gestões ela teria feito se tivesse usado a riqueza da época para preparar Mossoró para o pós Petrobras


Notas

Tekton

Publicidades