06 DEZ 2021 | ATUALIZADO 17:36

Belas Histórias

Adolescente cria máscara biodegradável para facilitar acesso de famílias humildes

22/04/2021 16:56

O projeto desenvolvido pela estudante Lara Bianca Vieira Dias, de 13 anos, da cidade Antônio Martins, no RN, ganhou um prêmio nacional na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia da USP (Febrace). Aluna do 9º ano do Ensino Fundamental na Escola Municipal José Inácio de Carvalho, Lara conta que criou a máscara utilizando a fibra caulinar do coqueiro, que geralmente é descartada após a safra, e a resina do cajueiro.

“Eu não tô pedindo riqueza, eu só quero um emprego”, diz mãe de 4 crianças

06/04/2021 16:55

Samara Quele da Costa, de 32 anos, tem quatro filhos de 2, 3, 6 e 7 anos. Ela gravou um vídeo pedindo ajuda por estar sem renda e viver uma situação difícil com os filhos. Ao MOSSORÓ HOJE, Samara explicou que trabalhava como cozinheira em um restaurante da Praça de Convivência, mas como não tinha carteira assinada, ficou desempregada com o fechamento dos estabelecimentos, em virtude da Covid-19.

  Gêmeas de 24 semanas sobrevivem a parto de urgência e perda da mãe. Ana Vitória e Ana Catarina nasceram na Almeida Castro, no dia 16 de novembro de 2020, depois que a mãe delas sofreu um pré-infarto e precisou ser submetida a um parto de urgência. Consideradas prematuras extremas, as meninas nasceram pesando apenas 600g uma e a outra 640g. Passaram 100 dias internadas na UTI Neonatal do HMAC e apenas no dia 23 de fevereiro de 2021 receberam alta. A mãe delas, Jorgeana Alves do Norte, foi levada para a UTI logo após o parto. Ela ficou 15 dias internadas e entrou em óbito, sem conhecer as filhas.
Gêmeas de 24 semanas sobrevivem a parto de urgência e perda da mãe

02/03/2021 11:38

Ana Vitória e Ana Catarina nasceram na Almeida Castro, no dia 16 de novembro de 2020, depois que a mãe delas sofreu um pré-infarto e precisou ser submetida a um parto de urgência. Consideradas prematuras extremas, as meninas nasceram pesando apenas 600g uma e a outra 640g. Passaram 100 dias internadas na UTI Neonatal do HMAC e apenas no dia 23 de fevereiro de 2021 receberam alta. A mãe delas, Jorgeana Alves do Norte, foi levada para a UTI logo após o parto. Ela ficou 15 dias internadas e entrou em óbito, sem conhecer as filhas

  Recém nascido engasgado é salvo por policiais do DPRE de Mossoró. O pequeno Heitor Cauã, de apenas 23 dias de vida, teria se engasgado com restos de secreções ainda decorrentes do parto. Desesperada, a mãe do bebê abordou os Policiais da VTR TOR 01 por volta das 12h desta terça-feira (2), próximo ao viaduto de saída para Natal. A criança já estava sem fôlego quando recebeu os primeiros socorros e foi levada às pressas, na viatura, para a UPA do Alto de São Manoel. A agilidade dos PMs foi fundamental para salvar o menino.
Recém nascido engasgado é salvo por policiais do DPRE de Mossoró

02/02/2021 18:40

O pequeno Heitor Cauã, de apenas 23 dias de vida, teria se engasgado com restos de secreções ainda decorrentes do parto. Desesperada, a mãe do bebê abordou os Policiais da VTR TOR 01 por volta das 12h desta terça-feira (2), próximo ao viaduto de saída para Natal. A criança já estava sem fôlego quando recebeu os primeiros socorros e foi levada às pressas, na viatura, para a UPA do Alto de São Manoel. A agilidade dos PMs foi fundamental para salvar o menino.

  Aplicativo vai ajudar o banco de leite e o CBMRN no cadastro de mães doadoras. A expectativa é que o aplicativo Banco de Leite de Mossoró esteja disponível para download já na próxima semana. Por meio dele, as mães que estão amamentando e que desejam realizar a doação do leite excedente, poderão se cadastrar e terão a doação recolhida em suas casas, por uma equipe do Corpo de Bombeiros, através do Projeto “Bombeiro Amigo do Peito”.
Aplicativo vai ajudar o banco de leite e o CBMRN no cadastro de mães doadoras

29/01/2021 15:51

A expectativa é que o aplicativo Banco de Leite de Mossoró esteja disponível para download já na próxima semana. Por meio dele, as mães que estão amamentando e que desejam realizar a doação do leite excedente, poderão se cadastrar e terão a doação recolhida em suas casas, por uma equipe do Corpo de Bombeiros, através do Projeto “Bombeiro Amigo do Peito”.


Notas

Tekton

Publicidades