16 MAI 2021 | ATUALIZADO 15:05

Belas Histórias

Professora recebe diploma carregando isopor de trufas que vendia durante o curso

03/03/2020 15:49

Sabrina Raquel, de 22 anos, se formou em Letras Espanhol, pela UERN. Moradora da zona rural de Mossoró, Sabrina vendeu trufas durante o curso para conseguir se manter na faculdade, pagando transporte e cobrir as despesas que surgiam ao longo dos anos, além de ajudar nas despesas de casa, visto que os pais dela estão desempregados. No dia da colação de grau, realizada no dia 4 de fevereiro, Sabrina resolveu receber o tão sonhado diploma, carregando o isopor de trufas que a acompanhou durante os 4 anos e a ajudou a se tornar professora.

  A professora Tatiana Cybelle é moradora do Assentamento Recanto da Esperança, localizado na Comunidade Alagoinha, zona rural de Mossoró. Através do exemplo dela, diversos jovens da comunidade hoje estão estudando em um curso de nível superior na Ufersa.
Trabalho de "formiguinha" que leva jovens do campo a universidade

28/02/2020 19:02

A professora Tatiana Cybelle Rocha Neri, de 42 anos, viu sua realidade mudar completamente ao ingressar no curso de Licenciatura Interdisciplinar em Educação do Campo, idealizado em 2008, na Ufersa, e voltado para filhos de agricultores e assentados. Após 19 anos sem estudar, ela ingressou na universidade e passou a fazer um trabalho de “formiguinha” para levar jovens do campo a universidade, por enxergar nos estudos os caminhos sólidos para o crescimento pessoal e também da própria comunidade.

A história da mulher que criou os filhos catando plástico

26/02/2020 12:01

Em mais uma crônica do dia a dia, Katharina Gurgel conta a história de Maria Damiana da Silva, 53 anos. Natural de Baraúna, ela vive em Mossoró há anos, e sobrevive com duzentos reais do bolsa família, uma faxina de cinquenta reais por mês e a venda da reciclagem dos plásticos. Damiana mora na estrada da raiz e vai empurrando um carrinho, quase todos os sábados e feriados para apanhar plástico reciclável no Nova Betânia.

Pedreiro que perdeu casa em incêndio ganha R$ 45 mil de “vaquinha”

18/02/2020 15:00

Seu Alcides Soares, de 58 anos, perdeu a casa e tudo que tinha dentro em novembro do ano passado, em Natal, mas os vizinhos conseguiram salvar o cachorrinho de Quinho, de 12 anos, que segundo seu Alcides, era tudo que lhe bastava. Com o dinheiro arrecadado projeto social de São Paulo, o pedreiro vai terminar de reconstruir a casa para morar com Quinho.

  A história da jovem que se formou em fisioterapia para ajudar o amigo tetraplégico; Conheça a trajetória de Samara Elânia da Costa, residente na Maísa, para se graduar em fisioterapia e técnica de enfermagem pela UNP, em Mossoró; Na festa de formatura, homenageou os garçons, seus colegas de trabalho enquanto estudava.
A história da jovem que se formou em fisioterapia para ajudar o amigo tetraplégico

17/02/2020 09:29

Conheça a trajetória de Samara Elânia da Costa, residente na Maísa, para se graduar em fisioterapia e técnica de enfermagem pela UNP, em Mossoró; Na festa de formatura, homenageou os garçons, seus colegas de trabalho enquanto estudava.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades